Seguidores

ME AMA

VOCÊ VAI SE EMOCIONAR. AGRADEÇA A DEUS PELA SUA VIDA

domingo, 25 de setembro de 2011



     O salmista fala de um "coração quebrantado" e de um "espírito oprimido" (Sl.34.18). Sentimos o coração quebrantado quando alguém rompe um relacionamento conosco, e o espírito oprimido resulta da dor de causar um rompimento, quer seja com Deus, quer seja com outro ser humano.
    A mulher que sente o coração quebrantado é em certo aspecto, "vítima" de atos intencionais ou não de alguém. O coração quebrantado pode ser resultante de abandono, de rejeição, de opressão, de abuso e até mesmo de morte. Não importa qual seja a causa, a pessoa sente-se arrasada, como se sua vida tivesse sido despedaçada. A partir disso, costumam surgir outras outras três reações: medo, solidão e desespero. De certa forma o coração quebrantado é sinônimo de "espírito quebrantado", quando se perde a vontade de viver de amar e de confiar.
     Uma das atribuições mais importantes do Messias, à qual Jesus dedicou-se seriamente (Lc. 4.18), era "curar os quebrantados de coração" (Is.61.1-3), Jesus abordou de maneira bastante específica, em muitas ocasiões, a natureza de um coração quebrantado. Ele lidou com o medo (Mc.5.36), a rejeição e a sensação de isolamento (Jo. 14.16), o desespero e a perda de vontade (Jo.14.1).
     A mulher de c oração quebrantado é curada quando escolher novamente crer acreditar que sobreviverá, acreditar que vai amar de novo, acreditar que Deus tem um plano e um propósito futuros para sua vida e acreditar que Deus estará sempre ao seu lado, até nos momentos mais sombrios de sua dor e sofrimento (Jr.29.11-14). Ao aceitar plenamente a promessa de Cristo Jesus de curar seu coração quebrantado, ela encontrará forças para estender a mão para outros, certa de que Deus ainda tem "algo novo" para ela (Lm.1.22-24).

     Queridas Deus sabe de tudo o que está acontecendo em sua vida, aproveite tudo isto para crescer e se fortalecer, Deus está e sempre estará com você.
     Deus as abençoe. 
                                    Sandra Ribeiro

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

RENDA-SE AOS SEUS SONHOS



     A maioria de nós já passou por um período em que a  vida parece estagnada. Por mais que trabalhamos, parece que toda porta está fechada, e nenhuma se abre. O fato é que normalmente mantemos o foco no que queremos e, quando isso não se realiza, pensamos que nada está acontecendo. Se transformarmos nossos sonhos em ídolos, é possível que acabemos com num deserto de frustração e confusão paralisante.
    Deus deseja que sonhamos, Ele coloca os sonhos no nosso coração, para seus propósitos, mas não que nossos sonhos o excluam. A Palavra de Deus diz que pereceremos se não tivermos visão, e ela deve alinhar-se com sua vontade para nossa vida. em outras palavras, a visão, para ser factível, deve na verdade ser dele.
     Se perseguimos um sonho apenas nosso, não podemos ser guiados pelo Senhor, razão por que deseja que os entreguemos todos a Ele. Com isso, Deus pode dizer-nos quais sonhos, vêm dele e estão de acordo com sua vontade, e quais são nossos, e nascidos de própria vontade. Se nossos, teremos uma vida inteira de insatisfação e conflito ao tentar realizá-los. Entretanto, ainda que o sonho em seu coração seja de Deus, você não o verá realizado até que o entregue ao Senhor. O sonho tem de ser posto em prática à maneira dele.
     Quando deus quer mudar nossa vida,e estamos dispostos  a permiti-lo, Ele começa por cortar tudo o que é desnecessário nesse processo. Despoja-nos do que possa prejudicar nosso crescimento futuro, a fim de preparar-nos para produzir bons frutos. Nesse período a vida poderá parecer estéril, mas na verdade Deus estará livrando-nos do que não gera vida.
     A única maneira de nos certificarmos  de que os sonhos provém de Deus é depositá-los  a seus pés e deixá-los morrer. devemos morrer igualmente com eles. Os que não forem dele serão sepultados para sempre. Os que forem serão renovados.
     Morrer para os sonhos é difícil, mas, se você estender o braço e segurar a mão do Pai celestial, Ele fará brilhar sua luz sobre a situação e caminhará lado a lado com você.

         Queridos como diz a canção : " os sonhos de Deus jamais vão morrer"
          Tenham um ótimo final de semana. Amo vocês.
      Que Deus os abençoe!
     
     
     

sábado, 17 de setembro de 2011

O poder do louvor


      Gn. 35.1-15
            Com que frequência você reserva tempo para relembrar o que Deus fez em seu favor e para agradecer-lhe por isso?  Estamos sempre tão ocupados  que aceitamos as bençãos de Deus enquanto atravessamos correndo nossos dias agitados sem ao menos nos deter para notá-las.  Prazos, encontros e compromissos familiares preenchem o tempo que temos para louvar a Deus. Em geral só paramos  para falar com Ele quando precisamos de algo ou quando as circunstâncias nos fazem perceber nossa insuficiência.
     Nessa passagem, porém, Jacó deliberadamente reservou tempo para deter-se e construir um altar para o Senhor não para pedir algo, mas para lembrar o que Deus fizera poe ele. Este tipo de louvor tem poder. Quando louvamos a Deus, ele nos renova as forças e nos relembra a verdade sobre quem Ele é e o que deseja que façamos em nossa vida. Quando lembremos quão fiel Deus se mostrou no passado, sentimo-nos confiantes para entregar-lhe nosso futuro. Olhar para trás e ver a mão de Deus conduzir sua vida concede-lhe fé para acreditar que, mesmo diante do futuro incerto, você pode ter certeza de que Ele não vai te abandonar.
     É da máxima importância reservar tempo para refletir sobre o que Deus tem feito em  sua vida e como tem sido fiel a você. Com isso, você não temerá o futuro, mas esperará por Ele com o conhecimento de que Deus estará com você aonde quer que vá. 

     Queridos vocês já "construíram" seu altar para adorar e agradecer a Deus pelo que Ele fez na sua vida? Estava eu escrevendo esta frase quando o celular tocou, era minha pra. me chamando para orar, parei na mesma hora e fui como ovelha obediente atendê-la, e o Senhor preparou meu coração, para o que ela iria me falar, fomos orar e a glória do Senhor, veio sobre nós, e em todo tempo eu lembrava desta postagem, de "levantar" um altar para adorar e agradecer o que Ele fez por e pelo que ainda vai fazer neste dia. Deus é tremendo e fiel, Ele nos ouve, e se preocupa conosco. Ah o meu altar fica no meu quarto.
     Queridos erga hoje um altar para louvar, adorar e engrandecer ao Deus que lhe tem sido fiel em todas as situações.
     Amo vocês.
     Deus os abençoe.
     Sandra Ribeiro

          
   

terça-feira, 6 de setembro de 2011

O povo de Deus quando ora




     Gn. 18:20-33. Abraão sabia da perversidade de Sodoma e mantinha-se distanciado de sua influência maligna. Apesar disso, não desejava ver pessoas boas castigadas com as más. Ele esperava que houvesse um número suficiente de indivíduos corretos na cidade e que Deus decidiria poupá-los. É possível também que ele só estivesse tentando proteger seu sobrinho Ló que ali morava. À maneira típica das barganhas Abraão reduziu o número de cinqüenta  para dez "justos" obtendo a aprovação de Deus a cada vez. Durante o processo, Abraão aprendeu muito sobre a paciência e a compaixão de Deus.
     Em vista da situação mundial relativa ao pecado, cada dia que passa representa outra oportunidade em que Deus retém misericordiosamente seu julgamento. Você talvez conheça em sua família, na vizinhança ou no seu trabalho pessoas aparentemente desesperançadas e inacessíveis. Por mais impossíveis de resgatar que pareçam continue pedindo a Deus que as salve. Sua oração pode influenciar o rumo da vida delas. E quem sabe que grandes coisas você vai aprender sobre Deus nesse processo?

     Queridos vocês já pararam para pensar que por causa de uma oração sua Deus pode mudar até uma nação? Pense nisso e comece hoje mesmo esse grande ministério de intercessão.
                       Deus os abençoe.
                                         Sandra Ribeiro

sábado, 3 de setembro de 2011

A corrupção da liderança (Ez.34.1-10)



        Tendo escolhido ouvir aos homens ao invés de Deus, o povo logo estava ouvindo mentiras (Jr.9.3). Ez,34.1-10. O expõe a maldade e a depravação na qual os líderes haviam se afundado. Eles usavam. Eles usavam seus cargos e ministérios somente para aquilo que eles podiam conseguir para si mesmos, e não para servir o povo. Eles não apascentavam o rebanho, mas, ao contrário, eles apascentavam a si mesmos. Na sua fúria, Deus se colocou contra estes pastores maus, prometendo tomar o seu rebanho deles e pôr um fim nessa exploração cruel.
     A analogia do pastor está presente na promessa de restauração com a qual Deus segue  essas afirmações de censura: "Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu, eu mesmo, procurarei as minhas ovelhas e as buscarei. Como um pastor busca o seu rebanho...assim buscarei as minhas ovelhas," (11-12). Deus tanto antes como agora, quer que seu povo se dirija diretamente a ele, ouvindo-o e vivendo de acordo com a sua  vida abundante. Ele nunca hesitou no seu compromisso de restaurar o relacionamento íntimo de amor que foi perdido no Éden. 
                           Deus os abençoe;
            Tenham um final de semana de vitória
                                     Sandra Ribeiro

VOCÊ VAI SE EMOCIONAR. agradeça a deus pela sua vida

Ocorreu um erro neste gadget